Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Segunda, 07 Outubro 2019 14:23
ESPECIAL

Ações da Semudh promovem inclusão e visibilidade para a pessoa com deficiência em Alagoas

Em setembro é celebrada a luta da comunidade voltada para a busca de cidadania e participação plena em sociedade.

O Baile da Inclusão foi o evento de encerramento da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência 2019 O Baile da Inclusão foi o evento de encerramento da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência 2019 Tanino Fotos
Texto de Joanna de }Ângelis

Um dos pilares estratégicos da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) é a criação, ampliação e valorização de projetos voltados para a inclusão da pessoa com deficiência, priorizando a garantia e defesa dos seus direitos. Em seu histórico, a Semudh conta com grandes ações já realizadas e em andamento, na capital e no interior, além da parceria com instituições e entidades com trabalhos renomados com a comunidade.

“A intervenção do Estado permite a mudança e a melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência. É um desafio diário e a cada passo conquistado, ganhamos motivação para continuar trabalhando e lutando lado a lado com quem mais precisa, por quem mais precisa”, afirma a secretária Maria Silva.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 11.26.318

O mês de setembro é repleto de datas que celebram conquistas das pessoas com deficiência, como o Dia Universal da Linguagem de Sinais (02/09), o Dia Nacional da Luta das PCDs (21/09) e o Dia Nacional do Surdo (26/09). Cada uma simboliza um marco na história da pessoa com deficiência no país, e no mundo, e ensina novas formas de olhar e compreender os desafios que ainda persistem nos dias de hoje. “O aprendizado dentro da Semudh é contínuo. No dia a dia nos deparamos com diversas possibilidades de ações dentro de Alagoas, sejam elas com jovens, pessoas com deficiência, comunidade LGBT, entre outros. Fazemos isso com muita responsabilidade, respeito e dedicação. Isso é o que nos dá prazer em integrar a Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos”, reforçou o superintendente de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Gino César.

Ações, Eventos e Projetos

Por meio da Superintendência de Políticas para os Direitos da Pessoa com Deficiência, a Semudh promove e participa de atividades em todo o Estado, fortalecendo e reforçando o compromisso do Governo de Alagoas com a inclusão.

Um destaque importante é a Semana Estadual da Pessoa com Deficiência. O evento, realizado no mês de agosto, conta com uma programação de palestras, encontros e capacitações gratuitas e abertas ao público, sempre abordando temáticas ligadas à PCD. A Semana 2019 teve seu encerramento com a 4ª edição do Baile da Inclusão, no Iate Clube Pajuçara.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 11.26.314

Além dos eventos realizados pela Secretaria, o apoio e a parceria com instituições do interior do Estado também dão frutos para a comunidade, como a promoção do Campeonato Alagoano de Vôlei Sentado, em parceria com a Associação dos Deficientes Físicos de São Miguel dos Campos (Adefsmic), realizado na praia de Pajuçara em Maceió, e a doação de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção (OPMs) para entidades, por meio da assinatura de um termo de fomento, como a Associação dos Deficientes Físicos de Delmiro Gouveia (Adefideg) e o Núcleo de Deficientes Físicos de Penedo (Nudepe).

Prêmio Gerônimo Ciqueira

A edição 2019 do Prêmio que comemora a história do político alagoano por sua luta pelos direitos da pessoa com deficiência também integrou a programação da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, e homenageou nomes renomados dentro e fora de Alagoas. Foram eles: a presidente da Associação Pestalozzi de Maceió e membro diretivo da FASPEAL, Tereza Amaral; o presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, Jorge Porto; a mestre em Libras, Anne Karine Silva de Góes, primeira mulher surda de Alagoas a defender uma dissertação de mestrado; a presidente e fundadora da Afaeal – Associação das Famílias de Anjos de Alagoas, Alessandra Hora; Maria Celina Souza, conhecida como Vovó Ina, geógrafa que abrigou 27 crianças adotadas; Pablo Lucini, técnico de basquete do Time do SESI de cadeirantes; o capitão Marcelo Gualberto Sarmento Chagas, presidente e treinador da Associação Atlética Anthares e Pedro da Silva Pereira, coordenador da Educação Especial da Secretaria de Educação do Município de Pilar.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 11.26.315

“Posso dizer que é uma grande honra participar de um prêmio que memora a vida de alguém que tanto lutou pelas pessoas com deficiência em Alagoas. Nos orgulhamos por fazer parte dessa história”, ressaltou João Ferreira, presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – ADEFAL, e membro da comissão que selecionou os homenageados.

Também foram entregues menções honrosas para o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONEDE e secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência – SEID do Piauí, Mauro Eduardo Cardoso e para o intérprete da Central de Interpretação de Libras (CIL), Ismael Alves dos Santos, que faleceu em novembro de 2018.

Língua Brasileira de Sinais

A Semudh conta com atendimento público para pessoas com deficiência auditiva, surdos e surdo-cegos por meio da CIL. Inaugurada em 2015, a Central de Interpretação de Libras (CIL) foi implantada por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) e a Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal (SDH/PR), para garantir acessibilidade e cidadania.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 11.26.316

“É a realização de um sonho. É gratificante trabalhar com o que você gosta, e rodeada de pessoas motivadas e dispostas a ajudar”, conta Gilmara Farias, intérprete da CIL desde sua inauguração. Gilmara já trabalhava com atendimento à comunidade surda de forma voluntária antes da chegada da Central.

Na capital, a média de atendimentos mensais da Central chega a 120 Surdos. Alagoas possui aproximadamente 140 mil pessoas com deficiência auditiva e/ou surdos. A Central realiza agendamento para datas posteriores em diversos lugares, como: hospitais, delegacias, fóruns, juizados, Secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Detran, Ministério Público, diversas lojas para fazer cartão, Câmara de Vereadores, Assembleia Legislativa, entre outros.

Lazer e Esporte Sem Barreiras

Em 2018 a Semudh ampliou o projeto Praia Sem Barreiras adaptando-o para Lagoa sem Barreiras, e levando inclusão e acessibilidade às pessoas com as mais variadas formas de deficiência, tanto nas praias como nos lagos e lagoas da capital e do interior do Estado. Suas primeiras edições foram realizadas nos municípios de Maceió, Marechal Deodoro e Pilar.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 11.26.317

A 4ª edição do Praia Sem Barreiras aconteceu no município de Barra de São Miguel. Além do banho de mar, as equipes do Núcleo de Saúde da Família e do Núcleo de Inclusão do município realizaram diversas atividades lúdicas para a população, como ciranda, tiro ao alvo, cabo de força, e uma partida de vôlei sentado entre a Associação Atlética Anthares e a Adefsmic.

Outra ação importante foi a doação de 12 cadeiras especiais para atletas do time de basquete em cadeiras de rodas do Serviço Social da Indústria (Sesi-AL), para competições nacionais e internacionais e a doação de uniformes para a Associação Atlética Anthares, cujo time feminino de vôlei sentado é o único do Nordeste a participar da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Vôlei Sentado, que aconteceu em maio, no município de Anápolis-Go, além de ter representado Alagoas em uma competição nacional.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 11.26.311

“Ter o apoio da Semudh é uma ajuda essencial. Nossa história começou em 2005 e para onde vamos carregamos o nome do nosso Estado. Cada parceria marca a renovação da motivação para nosso crescimento”, afirma o capitão Marcelo Sarmento, técnico e fundador da Associação e um dos homenageados da edição 2019 do Prêmio Gerônimo Ciqueira.