Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Segunda, 08 Abril 2019 13:09
CULTURA LOCAL

Movimento dos Povos das Lagoas realiza 13ª edição do Mundaú Lagoa Aberta

Evento acontece primeiro domingo de cada mês e conta com apresentações culturais e atividades lúdicas

Equipe técnica da Superintendência de Políticas para a Mulher da Semudh promoveu Roda de Conversa durante o evento Equipe técnica da Superintendência de Políticas para a Mulher da Semudh promoveu Roda de Conversa durante o evento Joanna de Ângelis
Texto de Joanna de Ângelis

A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) participou no último domingo (07) da 13ª edição do Mundaú Lagoa Aberta, que teve como tema uma homenagem à capoeira. O evento, de organização do Movimento Povos das Lagoas aconteceu na Orla Lagunar, próximo ao campo do Cosmo e Monumento ao Milênio.

“É essencial a presença da Semudh em eventos como o de hoje, trazendo e disseminando informações legais de proteção e defesa da mulher e dos direitos humanos em um local que tem pouco acesso à informação. A orla lagunar está passando por transformações e a comunidade precisa estar ciente dos seus direitos, de como efetivá-los. Nosso papel é levar esse poder até eles por meio do conhecimento” destacou a secretária da Mulher e dos Direitos Humanos, Maria Silva.

WhatsApp Image 2019 04 07 at 16.40.38 1

Na ocasião a Semudh promoveu uma Roda de Conversa por meio da equipe técnica da sua Superintendência de Políticas para a Mulher, com a temática da violência contra a mulher, abordando seus tipos, a lei do minuto seguinte e a rede de enfrentamento. “Nossa parceria traz as mulheres da comunidade para a luta como protagonistas, para que elas entendam o apoio da Semudh dentro do combate à violência contra a mulher”, reforçou Eulina Neta, integrante da equipe técnica da Semudh e membro do Fórum de Enfrentamento à Violência contra a Mulher em Alagoas.

WhatsApp Image 2019 04 07 at 16.40.37

Mundaú Lagoa Aberta

O Movimento Povos das Lagoas é formado por mais de 90 instituições e parceiros em Alagoas. A iniciativa para criação do Mundaú Lagoa Aberta surgiu há pouco mais de um ano, visando trazer vida e visibilidade a cultura da orla lagunar de Maceió.

“O Lagoa Aberta quer transformar a realidade da orla lagunar. Nosso projeto é novo e está sendo acolhido pela comunidade. Estamos valorizando a cultura de grupos locais e mostrando seus talentos”, diz Rogério Dias, organizador do evento e membro do Movimento Povos das Lagoas. “A parceria com a Semudh é fundamental para conscientizarmos a população de como os direitos humanos podem e devem fazer parte do nosso dia a dia, principalmente em um local tão carente de atenção”, completou Rogério.

Homenagem à capoeira

WhatsApp Image 2019 04 07 at 16.40.40 3

A 13ª edição do evento foi repleta de apresentações artísticas, como a Orquestra da Guarda Municipal, Capoeira Ginga Brasil, Abadá Capoeira, Expresso do Saber, meditação com a Sahaja Yoga, entre outros.

“Entrei na capoeira por influência de um amigo e não saí mais. A capoeira me trouxe a minha esposa e logo depois a minha filha e treinamos todos juntos”, nos conta Claudemir Pereira Martins, de 33 anos, que integra a Associação Capoeira Ginga Brasil há 10 anos. “Dou aula em algumas escolas e vejo o quanto uma atividade como essa pode mudar a vida de alguém. Essa é uma das marcas do Lagoa Aberta,  dar oportunidade para os jovens participarem e mostrarem o que sabem fazer”, destaca.