Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Quarta, 04 Abril 2018 12:56
NO AGRESTE

Semudh leva diversas ações de cidadania às comunidades no Governo Presente

Serão ofertados jogos lúdicos, contação de estórias infantis e oficinas de pintura, abordando a temática da Pessoa com Deficiência (PcD)

Propósito do Governo Presente é levar até as comunidades mais distantes as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado Propósito do Governo Presente é levar até as comunidades mais distantes as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado Sirley Veloso
Texto de Sirley Veloso

Jogos lúdicos, a exemplo de contação de estórias infantis e oficinas de pintura,  abordando a temática da Pessoa com Deficiência (PcD) e os serviços oferecidos por meio da Unidade Móvel da Mulher são algumas das ações de cidadania que serão desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) a partir desta quinta-feira (5).  Tudo isso ocorrerá na 9ª Edição do Governo Presente, na Região Agreste de Alagoas. As atividades se estendem até o sábado (7).

O propósito do Governo Presente é levar até as comunidades mais distantes as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado, promovendo, assim, uma maior proximidade e interação com a sociedade.

Nesta quinta e sexta-feira, a Semudh estará presente na Arena Circuito da Primeira Infância, no Município de Girau do Ponciano, contribuindo, por meio da realização de oficinas pedagógicas, com a conscientização das crianças para um mundo mais inclusivo. A proposta da Superintendência da Pessoa com Deficiência é levar ao público infantil a temática da PcD, de forma lúdica, usando para isso os jogos, a contação de estórias e a pintura.

Para a secretária Cláudia Simões, “o Governo Presente é mais uma oportunidade para interagirmos e conhecermos ainda melhor as demandas do povo alagoano”.

Já a Superintendência da Mulher irá realizar na sexta-feira (6) e sábado (7), na cidade de Feira Grande, por meio do Projeto Maria da Penha vai à Escola, oficinas e concurso de redação, com estudantes do ensino público, sobre a violência contra a mulher. O Maria da Penha vai à Escola tem como objetivo levar a discussão para as salas de aula, contribuindo para uma consciência crítica sobre o assunto e também para a formação de multiplicadores no combate à violência contra a mulher. 

A Unidade Móvel de Atendimento à Mulher também estará presente nesta quinta-feira (5), na cidade de Arapiraca, levando diversos serviços às mulheres da região. Dentre eles, orientação jurídica e psicossocial. As rodas de conversa sobre o tema será um outro recurso utilizado pela superintendência, como forma de contribuir para o fim da violência doméstica.